Monday, February 28, 2005

Alguém consciente

Em reportagem da Folha sobre a USP Zona Leste:

"Um, dois, três, quatro, cinco seis, se a USP é do povo por que só tem burguês?" [...] diziam os estudantes ligados à ONG Educafro, que organiza cursos pré-vestibulares comunitários e reivindica cotas nas universidades estaduais paulistas.

"Se escolheram a zona leste para desmistificar uma universidade tida como elitista, por que não reservaram no mínimo 80% das vagas para os seus moradores?", perguntava Greici Kelly Maia, 17.

Adolpho José Melfi, reitor da USP, [...]. Quanto à principal queixa dos manifestantes, foi enfático: "o importante é ampliar vagas, mas o critério continuará sendo o do mérito". (negrito meu)
Post a Comment